quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Saiba como o líder deve comunicar a equipe sobre sua saída da empresa

Por: Karla Santana Mamona       08/09/10 - 08h56    InfoMoney


SÃO PAULO – Comunicar a saída da empresa não é uma situação considerada tranquila para os profissionais. Para o líder, esse anúncio é ainda mais complicado, já que envolve questões como sucessão e responsabilidade.


O diretor de Operações da consultoria Human Brasil, Fernando Montero da Costa, afirma que a primeira atitude que o profissional deve ter é comunicar ao superior imediato sobre a sua troca de emprego.


“O primeiro passo é oficializar a saída para quem o líder se reporta. Após essa conversa, o anúncio deve ser feito para a equipe. Alguns profissionais dizem que estão de saída para os colegas para se valorizarem. Esses são chamados de alarmistas”, explica o especialista.


Já a consultora de Recursos Humanos do Grupo Soma, Juliana Saldanha, afirma que conversar com a equipe antes de oficializar o desligamento para a empresa pode gerar ansiedade e insegurança, o que prejudica o andamento das atividades.


Conversa com a equipe


No momento da conversa com a equipe, Juliana indica que o líder não forneça muitos detalhes sobre a empresa que irá e o cargo que terá. “O ambiente profissional é diferente de um ambiente informal. É necessário ter discrição”, diz.


Antes de comunicar os outros profissionais, o chefe já deve ter combinado um plano de sucessão com o seu superior. Segundo Costa, ele deve informar a equipe em quanto tempo a empresa contratará outra pessoa ou se alguém poderá ser promovido.


“Na conversa com a empresa, ele pode indicar alguém. No momento do anúncio, ele não deve falar nomes. Primeiro é preciso conversar com o profissional que será promovido para saber se ele aceita e acertar outros fatores”, explica Costa.


Deixe as portas abertas


Após o comunicado para a sua equipe, o líder não deve deixar as pendências de lado ou dentro da gaveta. É importante finalizar as atividades e delegar aquelas que estão por vir. Para o especialista, a falta de proatividade indica negligência por parte do profissional.


Sair da empresa de maneira errada - sem avisar, sem participar do plano de sucessão ou sem terminar as tarefas - pode prejudicar a imagem da pessoa, já que no cargo de líder é muito comum que as empresas peçam referência.


“Quanto mais mal feita for essa saída, pior será a continuidade da carreira do líder. Atitudes equivocadas podem colocar em xeque a competência desse líder”, finaliza Costa.

 
Fonte: Infomoney
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário